Precisa realizar uma procuração?

Você já precisou conceder poderes a outra pessoa para agir em seu nome?

Se sim, você precisou de uma procuração! Esse instrumento é essencial para autorizar alguém a representar você em diversas situações.

Mas você sabia que existem diferentes tipos de procuração, cada uma com finalidades específicas?

Vamos explorar as duas principais formas de procuração e quando elas são mais utilizadas.

 

Quando pensamos em procuração, estamos falando no instrumento utilizado por alguém para conceder poderes a outra pessoa, seja por prazo determinado, seja indeterminado, com poderes específicos ou amplos, para representá-lo em sua ausência ou impossibilidade.


No entanto, você sabia que existem alguns detalhes pouco conhecidos sobre este ato?

Entre as possibilidades, a procuração pode ser com ou sem conteúdo financeiro.


Com conteúdo financeiro: relaciona-se a atos que têm repercussão econômica.


EXEMPLOS:


. Compra e venda de bens móveis e imóveis;
. Transferência de veículos;
. Movimentações bancárias;
Cessões de direitos.
Entre outros.
Sem conteúdo financeiro: são mais genéricas e não estão relacionadas a questões financeiras.


EXEMPLO:


. Realização de matrículas em instituições de ensino;
. Representação em órgãos públicos;
. Autorizações para cuidar de assuntos médicos ou administrativos;
. Atuação em assembleias empresariais.
Entre outros.

Nos mande um Comentário